Biografia em quadrinhos rara de Silvio Santos será republicada em 2017

  • Divulgação

    Biografia em quadrinhos rara de Silvio Santos será republicada em 2017

    Detalhe do quadrinho restaurado contando a história de Silvio Santos

Silvio Santos ganhou a sua primeira biografia em 1969, doze anos antes de fundar o SBT. Escrita pelo roteirista Rubens Francisco Lucchetti e desenhada por Sérgio M. Lima, a obra saiu em formato de história em quadrinhos e é até hoje a única autorizada pelo apresentador.

Batizada de “Silvio Santos: Luta e Glória“, a HQ teve tiragem de 200 mil exemplares que se esgotaram rapidamente. Atualmente, cada exemplar é disputado a tapas por colecionadores em todo o país.

Pensando nisso, o escritor Rafael Spaca revelou ao UOL que vai relançar a obra pela editora Avec provavelmente no segundo semestre de 2017, com a bênção do autor, Rubens Francisco Lucchetti, e colorizado pelos alunos da Faculdade Rio Branco, em...

Read More

Secretário da Cultura de Doria reafirma planos de manter a Virada no centro

  • Diego Padgurschi/Folhapres

    Secretário da Cultura de Doria reafirma planos de manter a Virada no centro

    Os palcos da Virada Cultural 2015 no centro de São Paulo receberam shows como o das cantoras Maria Rita (foto), Elza Soares e Valesca

O cineasta André Sturm, futuro secretário de Cultura de São Paulo, garantiu que as mudanças propostas pelo governo Joao Doria para a Virada Cultural têm o objetivo de resgatar a ideia original do evento, criado em 2005, durante a gestão de José Serra.

Em entrevista coletiva nesta quinta (8), Sturm afirmou que atrações 24 horas serão mantidas no centro da cidade, mas não com grandes palcos. "Queremos resgatar o espírito original, queremos que as pessoas venham passear no centro. E não apenas assistam a um show e vão embora", disse.

De acordo com ele, o autódromo de Interlagos é apenas um plano para tirar os grandes palcos ...

Read More

Após Virada, blocos temem que Doria mude Carnaval de rua; secretário nega

As alterações anunciadas pelo prefeito eleito João Doria para a Virada Cultural acenderam o alerta nos entusiastas do Carnaval de rua em São Paulo, e organizadores de blocos temem que já em 2017 haja mudanças nas regras para a folia, que renasceu com força na capital nos últimos anos.

“Não estou otimista em relação ao governo Doria, que parece estar comprando uma briga com as festas de rua. São essas manifestações que tornam São Paulo uma cidade mais humana”, diz o cantor e compositor Emerson Boy, presidente do bloco Jegue Elétrico, fundado em 2000, e integrante do Movimento Carnavalista em São Paulo.

Em 2016, a festa nas ruas reuniu mais de 1 milhão de pessoas e já deu mais lucro que o sambódromo. Foram R$ 400 milhões, contra R$ 250 milhões...

Read More

Haja Pazienza: 30 anos atrasada, obra-prima da HQ italiana chega ao Brasil

  • Divulgação

    Haja Pazienza: 30 anos atrasada, obra-prima da HQ italiana chega ao Brasil

O quadrinista italiano Andrea Pazienza tinha 32 anos quando foi encontrado morto na banheira de sua casa, na cidade de Montepulciano. O artista teria sido vítima de uma overdose de heroína, vício compartilhado por ele e pelo protagonista de sua obra-prima, o álbum "Os Últimos Dias de Pompeo". A HQ recém-lançada no Brasil pela editora Veneta foi produzida por Pazienza entre 1984 e 1986 e é considerada por artistas de todo o mundo como um dos maiores clássicos dos quadrinhos ocidentais. "Pompeo" é publicada pela primeira vez no Brasil no 30º aniversário do lançamento de sua versão completa na Itália e talvez seja a principal amostra de um dos maiores gênios de seu ofício.

"Eu não arrisco mensurar a importância de Pazienza", afirma o quadrinista paraibano Shiko...

Read More

Público cria abaixo-assinado e evento paralelo para manter Virada no centro

A decisão do prefeito eleito de São Paulo de transferir a Virada Cultural do centro para o autódromo de Interlagos, divulgada nesta segunda (5), vem motivando protestos nas redes sociais. Após o anúncio, um grupo de internautas criou o evento "Virada Cultural Clandestina" propondo realizar uma versão paralela da festa na mesma data em 2017. Trinta mil pessoas já confirmaram presença.

"O mínimo que nós, cidadãos paulistanos que curtimos a Virada no centro, com os problemas que podem ser minimizados mas com uma troca humana intensa e fundamental (….), devemos fazer é, além de protestar (…), é nos apropriar da Virada e, se for o caso, colar no centro no dia que é para ser e fazer a balada lá de forma autônoma", escrevem os organizadores.

Nesta terça, o jornalista Pa...

Read More